Intenção de consumo continua baixa

Todos nós sabemos que o momento econômico atual de nosso país está passando por turbulências, isso está acontecendo desde o ano passado e o primeiro semestre deste ano foi um dos piores em anos. Por causa disso, muitas pessoas tiveram que mudar os seus hábitos, e controlaram os seus gastos, tanto que o mercado de comércio e varejo vem sentindo fortes baques.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou nessa terça-feira, 16 de agosto, que a intenção de consumo das famílias brasileiras caiu cerca de 15% em comparação ao mesmo período do ano passado. Além disso, no início de agosto o Instituto Brasileiro de Executivos no Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR) divulgou uma pesquisa que também mostra que a intenção de consumo das famílias brasileira continua em queda.

A Intenção de Consumo de acordo com a CNC

Embora a pesquisa feita pela CNC tenha demonstrado um leve aumento (0,9% de aumento) de intenção de consumo pela primeira vez em seis meses, o resultado final da pesquisa ainda mostra uma visão ruim. Isso porque, de acordo com a pesquisa, a intenção de consumo das famílias atingiu cerca de 69 pontos numa escala que vai de 0 a 200. A assessora econômica da CNC compreende esse resultado negativo ao fato que os consumidores ainda sentem um abalo na confiança, causado pelos altos juros do crédito e pela alta taxa de desemprego no país.

Em relação à análise da intenção de consumo atual, o CNC também registrou um leve aumento em comparação ao mês de julho (0,5%), porém na comparação anual o resultado continua negativo, com uma queda de 29%.

A Intenção de Consumo de acordo com a IBEVAR

Já a pesquisa realizada pela IBEVAR, divulgada no início do mês, analisou a intenção de consumo para os meses de julho, agosto e setembro, e acabou demonstrando que a intenção de consumo das famílias brasileiras realmente está em queda. De acordo com a pesquisa, apenas 37% dos entrevistados pretendem realizar compras de bens duráveis durante esse trimestre. Esse índice é o menor desde 2002, para o mesmo período.

A IBEVAR também mostrou que essa queda na intenção de consumo afeta todas as categorias analisadas por eles, e que é algo recorrente desde o mesmo período de 2015. A IBEVAR concluiu que essa queda recorrente é devida ao fato que no fim do mês as famílias brasileiras veem seus orçamentos diminuírem cada vez, além de também concluir que os consumidores ainda estão com a confiança abalada por causa dos altos juros do crédito e pela alta taxa de desemprego no país.

TIVI traz soluções para o seu varejo

Uma forma de melhorar a intenção de consumo é investir naquilo que a sua empresa oferece aos consumidores, aliando a necessidade do consumidor com as vantagens que o seu produto pode oferecer para ele.

E a TIVI Tecnologia Promocional apresenta as ferramentas perfeitas para você apresentar o(s) seu(s) produto(s) para os consumidores. Com nossos produtos você pode criar, editar e apresentar conteúdos relevantes sobre o(s) seu(s) produto(s) da forma e na modalidade que você quiser.

A TIVI possui uma ampla gama de ferramentas, sendo que a mais nova tendência para o marketing é o marketing de vídeo no PDV: o Ad Display. Com ele você só precisa criar o conteúdo, colocar em um cartão SD e plugar no equipamento. O conteúdo será acionado automaticamente através do sensor de movimento. Entregando a informação no momento ideal.

Saiba mais aqui sobre essa plataforma inovadora que exibe marcas e produtos dentro do PDV e amplia o interesse do consumidor aumentando as vendas!

Com informações de: Falando de varejo e No Varejo.