Como essa inovação segue revolucionando o marketing do Ponto de Venda

Descobrir o que se passa na mente do consumidor sempre foi o desejo de grandes empresas e marcas. Mal sabiam elas que os dados usados no sistema poderiam ter uma utilidade como se observassem, de fato, através do olhar do consumidor. Eis que surgiu o conceito Big Data.

O termo Big Data nasceu há 20 anos quando o supermercado Tesco lançou seu primeiro e grande programa de fidelidade com um cartão que era capaz de identificar padrões interessantes do comportamento do consumidor. De lá pra cá, os consumidores são monitorados de perto pelas grandes empresas que buscam cada vez mais guardar dados que possam contribuir para ampliar a experiência do consumidor no varejo.

O Wikipédia define Big Data da seguinte forma:

“Diz-se que o Big Data se baseia em 5 “V” : velocidade, volume, variedade, veracidade e valor. ‘ Big Data é um termo amplo para conjuntos de dados muito grandes ou complexos que aplicativos de processamento de dados tradicionais são insuficientes. (…) Os desafios incluem análise, captura, curadoria de dados, pesquisa, compartilhamento, armazenamento, transferência, visualização e informações sobre privacidade.”

Nos dias de hoje, o Big Data já está inserido no varejo físico e busca acompanhar a jornada do consumidor não somente no campo online. Apesar de ainda possuir barreiras, muitos ainda aproveitando dos números de venda, o ponto de venda (PDV), aos poucos, vai avançando na captura de dados mais subjetivos, como já se é possível desvendar dentro da internet.

Um exemplo é a empresa Seed que oferece a coleta de dados offline por meio da instalação de câmeras dotadas de sensores, que capturam e classificam informações como sexo, faixa etária e movimento nas lojas. Essa tecnologia pode compreender áreas dentro do estabelecimento que possuem maior fluxo, além de traçar perfis de clientes, suas reações frente a vitrines e displays, entre outras análises. Os dados coletados vão virar gráficos que serão úteis para trabalhar melhor o marketing da loja.

Marketing Digital é um aliado do PDV

Uma forma eficiente de capturar a atenção do consumidor é apostar no marketing digital dentro da loja, seja o uso de displays, plataformas interativas, entre outras. A Tivi Tecnologia Promocional aposta nesse tipo de inovação que consiste em mostrar o produto ao consumidor de uma forma que atraia sua atenção, envie sua informação de forma dinâmica e converta com maior segurança o desejo em venda.

Para saber mais sobre a Tivi, entre aqui.

Com informações: PEGN, Brasil Econômico e Tivi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.