A ciência contribuindo para melhorar negócios e atrair clientes

Não importa o negócio, não importa a marca. Vender é o objetivo de qualquer empresa que está no mercado. Essa busca pelo cliente não é fácil, pois, a concorrência está cada vez mais acirrada e o consumidor cada vez mais distraído. Entretanto, existem formas de entender o que se passa na cabeça do consumidor, o que garante ações mais eficazes e com maior poder de conversão. E isso tudo graças a velha e boa ciência.

O estudo que desvenda a mente das pessoas propensas a realizar escolhas comerciais se chama neuromarketing. E segundo o presidente da Neuromarketing Business Association, Werner Görlich, em uma matéria da Exame, ele diz:

“O neuromarketing é vender ao subconsciente, diretamente ao cérebro. Não é lavagem cerebral e sim ser direto, efetivo e econômico na hora da persuasão”.

Os especialistas garantem que a técnica é eficaz e não importa o tamanho do negócio. Na mesma matéria, Paulo Crepaldi, especialista no assunto e diretor da ING Marketing & Training, ressalta que a ciência já descobriu que o ser humano processa imagens de forma muito mais rápida do que compreende palavras, então o poder das imagens deve ser utilizado de forma intensa para gerar resultados expressivos. Ele cita um exemplo:

Numa rua comercial, onde todas as lojas têm em suas vitrines a palavra “promoção”, você pode associar uma imagem a essa palavra. Melhor ainda se essa imagem remeter a um desejo de felicidade, ou ainda a foto de algum produto que esteja em destaque na oferta.

Outra dica do especialista é focar menos esforços para tentar vender (o velho desespero) e passar a contar a sua história para o cliente. Segundo Crepaldi, “o ser humano só lembra das coisas via histórias”, explica. Unir características da empresa com o produto é uma forma de contar a sua história e ao mesmo tempo vender. O nome disso é storytelling e está muito em alta, basta conferir as propagandas na TV e internet.

Tecnologia contribui para efetivar a mensagem

Hoje em dia não basta apenas ter uma oferta escrita num pedaço de papel, o cliente quer ser surpreendido. O marketing digital para o PDV faz isso de forma dinâmica, prática e econômica.

Um bom exemplo é o Android Display, oferecido pela TIVI Soluções Tecnológicas. Eles foram criados para atender as demandas de clientes que precisam de um equipamento com inteligência para rodar aplicativos e softwares com a perfeição necessária e que sejam seguros.

Ideais para PDVs, locais públicos, transporte, entre outros, os Android Displays são Tablets “Turbinados” que podem aguentar o uso contínuo e são uma ferramenta pronta para uso, sem necessidades adicionais. Saiba mais aqui.

Com informações: TIVI, Exame.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.