Um guia básico para o empresário não perder lucro

O país está em crise e não adianta fechar os olhos para a realidade. O varejo é um dos afetados e a hora de reagir não pode ser adiada mais! Apesar das dificuldades, isso não deve significar perdas e mais perdas. Dá para manter estável as vendas e o interesse do consumidor, basta ter criatividade e aprimorar a gestão do Ponto de Venda.

Seguindo alguns passos básicos de gestão, medindo tudo dentro da empresa é possível ter resultados positivos. Veja algumas dicas básicas:

Sendo a variável que contribui para definir o posicionamento da marca no mercado, o PMV é obrigatório estar na ponta da língua do empresário e do executivo. Saber das tendências e de quanto já foi no passado e como a inflação atinge esse preço. Aumentar o PMV sem ter noção alguma pode atingir diretamente a base de clientes.

Uma redução de 10% na cobertura já tem um efeito considerável no resultado da marca, na limpeza da loja e na pressão do pessoal de compras. Apesar disso se refletir nas vendas, a recompensa pode ser grande. Reduzir a variedade é sempre o caminho mais lucrativo.

No lugar de demissões sem estratégias, talvez seja um momento de se conseguir bons profissionais com valores mais baixos. Muitos estão começando e necessitam de um emprego. Não é o ideal, porém, é o que a crise pede.

A tecnologia tem se tornado a alma do negócio. Eficaz e barata, ela consegue ter várias utilidades ao mesmo tempo. Processando milhões de informações, ela oferece dinamismo e praticidade. Seja na hora de gerir seu negócio, ou nas ferramentas para marketing.

É a hora de intensificar a medição das taxas de conversão. Apurar com cautela e saber se o desempenho das equipes e as táticas de marketing estão fazendo o efeito desejado. Em momentos de crise, a falta desse tipo de informação, deixa o empresário no escuro e sem saber como lidar com a situação delicada. A tecnologia também está aí para contribuir com essa medição.

Um exemplo de sucesso

A TIVI, empresa especializada em marketing digital, oferece uma plataforma que é muito eficaz para conquistar clientes, ampliar as taxas de conversão e ainda economizar dinheiro. Trata-se do Shelf Display.

Essa inovação é totalmente pronta e fácil de aplicar em qualquer gôndola. Reproduz um vídeo principal em looping e mais quatro vídeos através dos botões. Pode trabalhar em modo Stand-by, com a tela apagada e os botões piscando, e ascender a tela quando algum botão for clicado. Pode trabalhar com bateria e ter autonomia de uso de até três meses. Confira mais informações aqui.

Com informações: Exame, O Negócio do varejo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.