Como organizar e fazer o PDV se estabilizar

Traçar planos e estratégias para o varejo em tempos de economia ruim, é o primeiro passo para enfrentar de frente o desânimo do consumidor em comprar. E nesses momentos, ações podem ser eficientes em gerar estabilidade e evitar ações radicais como cortes e até o fechamento de portas.

A ideia principal dessas estratégias é descobrir o que o cliente deseja, o que ele olhou e comprou, para assim, ser possível trabalhar medidas no ambiente físico. Com esses dados, também é bom para traçar metas e formar relatórios que vão ser úteis em todo o funcionamento do varejo.

Confira 3 estratégias:

Pesquisas de Opinião

Elas são práticas e eficientes. Não são inovadoras, mas conseguem satisfazer as necessidades em descobrir algo sobre os clientes, captar sua percepção sobre a empresa, defeitos e qualidades, e assim preparar campanhas direcionadas aos públicos que deram sua opinião.

Monitoramento dos clientes 

Câmeras especiais, relatório de funcionários, entre outros, monitorar os clientes dentro da loja é essencial pra saber o que está chamando atenção ou não. Com esse tipo de observação, o empresário pode entender melhor sobre sua vitrine, os índices de conversão e quais os locais, dentro do PDV, são mais “populares”.

Cronograma de ações 

Planejamento é essencial para quem busca tirar resultados relevantes de pesquisas e estratégias. Fazer um cronograma e programar ações é uma forma de organizar e medir, através do tempo, as áreas de evolução do varejo, onde foram colhidos resultados bons ou não. Ter uma conexão direta com sistemas de CRM, que apresentem sempre dados sobre aniversários dos clientes, periodicidade de compras, valor gasto nelas, entre outras informações, é uma forma para estreitar mais o relacionamento do varejo com o cliente e investir ações personalizadas para eles.

Todas essas são boas formas para criar uma economia que pode ter seus valores remanejados para outras áreas que também são prioridade nesses tempos incertos.

Investir em marketing digital dentro do PDV também é uma estratégia

Uma forma de incrementar o varejo físico com um investimento que terá retorno, é econômico e ainda oferece uma experiência única para o consumidor, é apostar em marketing digital. Com ele, além de moderno, oferece um conceito atrativo para o consumidor e informa sobre a marca/produto.

É o caso do Touch Display. Trata-se de uma tela interativa com sistema integrado que dispensa a necessidade de um PC. Através de seu software externo, incluso na compra, em que se cria facilmente aplicações interativas através de camadas, ele não precisa da necessidade de programação.

Mais informações, entre aqui na landing page do aparelho vendido pela TIVI.

Com informações: Proxxima, TIVI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.