Como preparar o ponto de venda para atingir o público alvo

O varejo brasileiro está amadurecendo. Essa afirmação pode ser feita após uma pesquisa divulgada em abril pela Fundação Getúlio Vargas, na qual, mostra que o varejo nacional destinou 3,4% da receita em gastos e investimentos em TI. Esse dado revela que o mercado do varejo está buscando mais soluções tecnológicas tanto para marketing quando para funcionalidades dentro do ambiente comercial.

As grandes empresas de varejo já entenderam que é importante investir em plataformas automatizadas, digitais, que possam dinamizar o trabalho e oferecer mais comodidade ao consumidor. Além de informar, apresentá-lo e interagir com ele.

Outros dados informam que o Brasil conta hoje com cerca de cem empresas do setor de varejo com faturamento acima de um bilhão de reais. Cinco anos atrás, esse número não passava de 30 companhias. Com o crescimento do mercado, como o segmento de farmácias, por exemplo, hoje o mercado está fortalecido.

Unindo essas duas características: crescimento de grandes empresas e aumento no investimento em TI, é possível perceber que, mesmo em tempos de crise, o mercado do varejo tem grande potencial.

Alguns investimentos que estão sendo úteis para enriquecer o varejo:

Ambos são importantes porque de alguma forma vão melhorar o processo de venda direta ou indiretamente. O importante é pesquisar softwares, plataformas e o marketing digital mais eficiente para o perfil da loja em questão. Planejar é principal para empregar a tecnologia de forma eficaz e que traga resultados úteis e no tempo certo.

O crescimento é comprovado, mas é necessário o empresário compreender que o investimento precisa vir junto da vontade dele de fazer seu PDV ser algo mais do que o seu cliente já conhece.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.